• White Facebook Icon

/bazardasflores

  • White Instagram Icon

@bazar_das_flores

Bazar das Flores

Av. Ayrton Senna, 3.000, Loja 1093 C/D, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, RJ 

CNPJ: 73.349.458/0001-24

©2018 por Bazar das Flores. Todos os direitos reservados.

Desmistificando as plantas artificiais

   Existe um mito de que as plantas artificiais não são tão bonitas ou delicadas quanto as opções naturais.

 

 

 

   Mas, a verdade é que as plantas artificiais – ou permanentes, evoluíram. Elas agora são feitas com materiais que criam um aspecto mais viçoso e natural. Silicone, resina, cera, tecidos e até plásticos e borrachas de textura superior tratam de oferecer uma beleza e realismo surpreendentes.

 

 


   Hoje em dia, as flores e plantas permanentes têm uma aparência tão natural que chegam a nos confundir. Algumas vezes, é necessário tocá-las com atenção, para diferenciar se são naturais ou arranjos de flores artificiais.

 

 


   A perfeição é tanta que um arranjo permanente pode ter flores com toque macio e aveludado, folhagens com aparência seca, raízes e troncos bem rústicos e até caules e galhos com espinhos.


   Cada vez mais, a tecnologia tem feito parte do processo de produção de flores e plantas artificiais, para que elas simulem as características das naturais – e tem dado certo.

 

 
   Assim, com esta transformação, as flores artificiais alcançaram status de artigo de decoração, sendo cobiçadas até mesmo por renomados designers e decoradores.

 

 

Fonte: https://www.crysmax.com.br/blog/saiba-como-comprar-flores-artificiais-para-sua-casa/?fbclid=IwAR3HKsFQvAdPtTtg4gTW-Gi6AM1KP5vOG1QsHi98sBTEqqja-o50JgMZNLU
 

https://www.crysmax.com.br/blog/5-vantagens-dos-arranjos-de-flores-artificiais/?fbclid=IwAR0qdQIQId6fkOAoCxdLqx2WpdvfrFgtzXK5LxxAzS2K8iP9gV2aGseGLzg
 

https://www.crysmax.com.br/blog/por-que-usar-flores-artificiais-no-home-decor/?fbclid=IwAR2D-mMYRwycIlNjqY54GzuCb3_ogCL6I9LwC78xxRC8RLUwbtcnnVHxVqo
 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes

31.03.2019

Please reload

Arquivos
Please reload