©2018 por Bazar das Flores. Todos os direitos reservados.

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

@bazar_das_flores

/bazardasflores

Bazar das Flores

Av. Ayrton Senna, 3.000, Loja 1093 C/D, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, RJ 

CNPJ: 73.349.458/0001-24

Desmistificando as plantas artificiais

   Existe um mito de que as plantas artificiais não são tão bonitas ou delicadas quanto as opções naturais.

 

 

 

   Mas, a verdade é que as plantas artificiais – ou permanentes, evoluíram. Elas agora são feitas com materiais que criam um aspecto mais viçoso e natural. Silicone, resina, cera, tecidos e até plásticos e borrachas de textura superior tratam de oferecer uma beleza e realismo surpreendentes.

 

 


   Hoje em dia, as flores e plantas permanentes têm uma aparência tão natural que chegam a nos confundir. Algumas vezes, é necessário tocá-las com atenção, para diferenciar se são naturais ou arranjos de flores artificiais.

 

 


   A perfeição é tanta que um arranjo permanente pode ter flores com toque macio e aveludado, folhagens com aparência seca, raízes e troncos bem rústicos e até caules e galhos com espinhos.


   Cada vez mais, a tecnologia tem feito parte do processo de produção de flores e plantas artificiais, para que elas simulem as características das naturais – e tem dado certo.

 

 
   Assim, com esta transformação, as flores artificiais alcançaram status de artigo de decoração, sendo cobiçadas até mesmo por renomados designers e decoradores.

 

 

Fonte: https://www.crysmax.com.br/blog/saiba-como-comprar-flores-artificiais-para-sua-casa/?fbclid=IwAR3HKsFQvAdPtTtg4gTW-Gi6AM1KP5vOG1QsHi98sBTEqqja-o50JgMZNLU
 

https://www.crysmax.com.br/blog/5-vantagens-dos-arranjos-de-flores-artificiais/?fbclid=IwAR0qdQIQId6fkOAoCxdLqx2WpdvfrFgtzXK5LxxAzS2K8iP9gV2aGseGLzg
 

https://www.crysmax.com.br/blog/por-que-usar-flores-artificiais-no-home-decor/?fbclid=IwAR2D-mMYRwycIlNjqY54GzuCb3_ogCL6I9LwC78xxRC8RLUwbtcnnVHxVqo
 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes

31.03.2019

Please reload

Arquivos
Please reload